Skip to Main Content

INTRODUÇÃO

Os tecidos musculares têm origem no mesênquima, a partir dos miótomos, do mesoderma esplâncnico ou de diferenciações locais de células mesenquimais. As células musculares primitivas são chamadas de mioblastos.

O músculo da íris é uma exceção quanto à sua origem, pois se origina do ectoderma do cálice óptico.

1. MUSCULATURA ESTRIADA ESQUELÉTICA

Compreende-se por musculatura estriada esquelética toda aquela que está sob o controle do sistema nervoso central. Na sétima semana de desenvolvimento embrionário, grande parte dos músculos está bem esboçada e, na semana seguinte, começam a ocorrer movimentos fetais.

1.1 Distribuição das células miogênicas determinadas

As primeiras células miogênicas determinadas podem ser encontradas na parte anterior da linha primitiva e nas células mesodérmicas, formadas pela invaginação de células epiblásticas através da linha primitiva.

Convém lembrar que, por determinação, compreende-se a capacidade das células ou tecidos elaborarem certo programa de desenvolvimento na ausência de seu ambiente normal. Por exemplo, se removemos células ou tecidos de seu ambiente normal de desenvolvimento e os transplantamos para outro, estranho (heterotrófico), ou os isolamos em uma suspensão dispersa de células ou, ainda, os cultivamos em uma cultura de tecidos, tais enxertos ou cultivos elaboram (se já determinados) ou não (se ainda indeterminados) seu programa de desenvolvimento, como elaborariam caso tivessem permanecido no seu ambiente normal.

Em engenhosos trabalhos utilizando-se transplantes e enxertos em aves, verificou-se que as primeiras células miogênicas determinadas podem ser encontradas na parte anterior da linha primitiva e nas células mesodérmicas, formadas pela invaginação (gastrulação) de células epiblásticas através da linha primitiva.1 Essas células originam o mesoderma para-axial, que se transforma depois em somitos, fonte de músculos esqueléticos. Células epiblásticas, que não passam pela linha primitiva, nunca originam miotúbulos esqueletais. Assim, pode-se afirmar que a determinação miogênica coincide com a gastrulação. Permanece ainda por ser verificado se esses dois eventos, determinação miogênica e gastrulação, estão vinculados ou se apenas coincidem em tempo.

1.2 Histogênese do músculo estriado esquelético

As células musculares esqueléticas surgem de células mesodérmicas que se unem para formar miotúbulos multinucleados. Os miotúbulos sintetizam miofibrilas.

Os músculos estriados do tronco originam-se do mesoderma dos somitos (miótomos).

Quando células mesenquimais vão originar células esqueléticas, logo se observa um alongamento de sua forma e do núcleo; elas formam os mioblastos.

Vários mioblastos fundem-se para formar os miotúbulos, que são estruturas cilíndricas e multinucleadas. Os miotúbulos começam a sintetizar miofilamentos que logo se organizam para a formação das miofibrilas. Constitui-se, assim, uma fibra muscular estriada esquelética.

1.3 Somitos

Os somitos formam-se do mesoderma para-axial. Um somito apresenta os seguintes compartimentos: esclerótomo, dermátomo, miótomo e sindétomo.

Os somitos formam-se do mesoderma da placa segmentar ou mesoderma não segmentado. ...

Pop-up div Successfully Displayed

This div only appears when the trigger link is hovered over. Otherwise it is hidden from view.