Skip to Main Content

COMO USAR ESTA SEÇÃO

Esta seção contém uma tabela na qual são apresentadas informações sobre as doenças infecciosas de importância clínica. Nas colunas dessa tabela foram incluídos os microrganismos envolvidos nas doenças/síndromes listadas, amostras/exames diagnósticos úteis para avaliação e comentários referentes aos testes e diagnósticos discutidos. Os tópicos foram listados por área do corpo/sistema orgânico: sistema nervoso central, olhos, orelhas, seios da face, vias aéreas superiores, pulmões, coração e vasos, abdome, trato geniturinário, ossos, articulações, músculos, pele e sangue.

Na sequência, há uma seção breve que aborda os patógenos (virais e bacterianos) emergentes e reemergentes, bem como a resistência antibiótica de patógenos bacterianos.

Microrganismos

Esta coluna lista os microrganismos comprovadamente causadores das doenças descritas. Os nomes científicos foram abreviados de acordo com o uso habitual (p. ex., Streptococcus pneumoniae aparece como S. pneumoniae ou pneumococos), quando apropriado. As faixas etárias ou grupos de risco específicos foram listados em ordem crescente de idade ou de frequência (p. ex., lactente, criança, adulto, HIV).

Quando bactérias são listadas, as características de coloração de Gram são descritas entre parênteses após o nome do microrganismo (p. ex., “S. pneumoniae (DCGP)”). Foram empregadas as seguintes siglas:

|Baixar (.pdf)|Print
BAAR Bacilos álcool-ácido-resistentes
BGN Bastonetes Gram-negativos
BGP Bastonetes Gram-positivos
CBGN Cocobacilos Gram-negativos
CBGP Cocobacilos Gram-positivos
CBGV Cocobacilos Gram-variáveis
CGN Cocos Gram-negativos
CGP Cocos Gram-positivos
DCGN Diplococos Gram-negativos
DCGP Diplococos Gram-positivos

Quando conhecida, a frequência de envolvimento do microrganismo específico no processo patológico também é fornecida entre parênteses, p. ex., “S. pneumoniae (DCGP) (50%)”.

Coleta da amostra/exames diagnósticos

Esta coluna descreve a coleta das amostras, o processamento laboratorial e os procedimentos radiográficos de utilidade, entre outros exames diagnósticos. As sensibilidades das culturas ou dos testes com relação ao diagnóstico em questão são descritas entre parênteses logo após o teste sempre que forem conhecidas, por exemplo, “coloração de Gram (60%)”. Os exames sorológicos pertinentes também foram listados. É importante lembrar que poucas infecções podem ser identificadas por meio de exames diagnósticos definitivos, e o julgamento clínico exerce papel decisivo no estabelecimento de diagnósticos difíceis quando os resultados fornecidos pelos exames são duvidosos.

Comentários

Esta coluna inclui informações gerais acerca da utilidade dos exames e pode incluir informações sobre o manejo do paciente. Também são listadas as referências gerais apropriadas.

Nome da síndrome/área do corpo

Nas duas últimas colunas, o nome da síndrome e a área do corpo são dispostos perpendicularmente ao restante da tabela de modo a permitir buscas rápidas.

Organização

A tabela que compõe este capítulo é apresentada em duas partes. A primeira tabela (Parte I) está organizada por área corporal e contém informações sobre as infecções comuns ...

Pop-up div Successfully Displayed

This div only appears when the trigger link is hovered over. Otherwise it is hidden from view.