Skip to Main Content

INTRODUÇÃO

O principal papel fisiológico dos pulmões é tornar oxigênio disponível aos tecidos para metabolismo e remover o principal produto colateral desse metabolismo, o dióxido de carbono. Os pulmões realizam essa função movendo o ar inspirado para perto da rede capilar pulmonar a fim de possibilitar a troca de gases por difusão simples. Isso é realizado com uma carga de trabalho mínima, é eficientemente regulado por uma ampla variedade de demandas metabólicas e ocorre com o estreito equilíbrio da ventilação. A extensa área de superfície do sistema respiratório também deve ser protegida de uma grande variedade de agressões ambientais infecciosas ou poluentes.

Os seres humanos possuem um sistema respiratório complexo e eficiente que satisfaz essas diversas exigências. Quando ocorre lesão de componentes do sistema respiratório, a função integrada do conjunto é prejudicada. As consequências podem ser profundas. Lesão ou disfunção das vias aéreas resulta em doenças pulmonares obstrutivas, inclusive bronquite e asma, enquanto lesão pulmonar parenquimatosa pode produzir doença pulmonar restritiva ou doença pulmonar vascular. Para compreender as apresentações clínicas das doenças pulmonares, é necessário primeiro entender a organização anatômica e funcional dos pulmões que determina a função normal.

PONTO DE CHECAGEM

  • 1. Quais são os dois principais papéis fisiológicos dos pulmões?

  • 2. Quais são os requisitos para uma função pulmonar bem-sucedida?

ESTRUTURA E FUNÇÃO NORMAL DOS PULMÕES

ANATOMIA

O sistema respiratório maduro consiste em pulmões revestidos por pleura visceral e diafragma, este último servindo em condições normais como o principal músculo fole para ventilação. Os pulmões são divididos em lobos, cada um demarcado pela pleura visceral interveniente. Cada pulmão possui um lobo superior e inferior; o lobo médio e a língula são os terceiros lobos nos pulmões direito e esquerdo, respectivamente. Ao fim da expiração, a maior parte do volume dos pulmões é ar (Tabela 9–1), enquanto quase a metade da massa dos pulmões corresponde ao volume de sangue. É um atestado da estrutura delicada da região de troca de gases dos pulmões o fato de que o tecido alveolar tem um peso total de apenas 250 g, mas uma área de superfície total de 75 m2.

TABELA 9–1Componentes do pulmão humano normal

Fibras de tecido conectivo e surfactante servem para manter a integridade anatômica dessa área de superfície grande e complexa. As fibras de tecido conectivo são ...

Pop-up div Successfully Displayed

This div only appears when the trigger link is hovered over. Otherwise it is hidden from view.